Procure nos arquivos do GRAVEL Zone Brasil

domingo, dezembro 01, 2019

GRAVEL Zone Brasil / Configuração - Como carregar mais caramanholas no seu quadro?

AUMENTANDO A CAPACIDADE DE CARGA DE SUA BIKE

O problema.

Quem costuma fazer longas distâncias de pedal tem geralmente um problema em comum: a grande maioria das bikes só dispõe de dois pontos de montagem para suportes de caramanhola dentro do triângulo dianteiro do quadro. Muitos fabricantes oferecem ainda um terceiro ponto de montagem na parte de baixo do down tube. Você já experimentou pedalar com uma garrafa nessa posição? Se a resposta é não, já adiantamos que em nossa opinião não vale a pena. Montada do lado de fora do triângulo dianteiro do quadro e numa posição bem baixa, essa eventual terceira caramanhola vai receber todo o pó, barro e outras "cositas" mais colhidas do solo, além de suja, fica numa posição de difícil acesso para o piloto em movimento e pior, dependendo das oscilações do terreno e do tamanho dessa garrafa ela pode até raspar no pneu dianteiro.

Salsa Warbird configurada com 3 suportes de caramanhola - Imagem: GRAVEL Zone Brasil
Há pouco tempo, marcas como as tradicionalíssimas Trek, Kona e a Marin perceberam a necessidade de otimizar os espaços nas suas Gravel Bikes e passaram a oferecer nessa categoria de bicicletas, três pontos de montagem dentro do triângulo dianteiro dos quadros de maior tamanho, uma iniciativa muito positiva que deveria definitivamente ser seguida pelas concorrentes.

Em nosso caso, fazemos semanalmente treinos com mais de 5 horas de pedal "non-stop". Nessas situações, para evitar ter que parar para reabastecer, carregar cerca de 3 litros de água é requisito essencial. Muitos leitores poderiam pensar "por que não levar uma mochila de hidratação nesses treinos mais longos?". Só usamos essas mochilas em último caso e em ultra longas distâncias de pedal e em provas similares ao Dirty Kanza, onde o piloto tem que ser autossuficiente e cuidar integralmente de sua reposição. O peso da mochila de hidratação nas costas é uma fonte de stress a mais para o corpo do ciclista já tão exigido nessas condições extremas de distância e tempo.
Nossa missão era então encontrar uma maneira de carregar na bicicleta três caramanholas de 1 litro cada uma.

Desde 2017 vínhamos usando um suporte duplo montado no selim, acessório muito comum nas bikes de Triathlon. Esse suporte carregava até duas garrafas de 750ml, contudo como não era pensado para um uso off-road, nele as caramanholas ficavam mais instáveis, balançavam consideravelmente com as imperfeições das estradas de terra e tinham que ser presas aos suportes com o auxílio de elásticos de cabelo para evitar uma indesejada e comum ejeção acidental. As duas garrafas montadas no selim somadas às outras duas do quadro, garantiam pelo menos os desejados 3 litros de água por pedal.

Salsa Warbird configurada para o Dirty Kanza 200 2019 - Imagem: GRAVEL Zone Brasil
Esse suporte duplo de material plástico, um modelo da Bontrager, aguentou um ano e meio de oscilações, sol, chuva e provas em mais de 15.000 Km rodados em condições muitas vezes bem difíceis.

A solução.

O quadro da Salsa Warbird do GRAVEL Zone Brasil é tamanho "L" (grande), com um espaço considerável no triângulo dianteiro, assim essa seria a candidata ideal para nossa experiência. Basicamente, para que coubessem 3 caramanholas aí, teríamos que encontrar uma maneira de modificar a posição dos dois suportes padrão e buscar uma forma de montar um terceiro suporte, tudo isso sem obviamente fazer furos extras no quadro.

Existem no mercado algumas opções para realizar essa tarefa, talvez a mais interessante seja o Sistema B-Rad da Wolf Tooth (https://www.wolftoothcomponents.com/collections/b-rad-system), basicamente uma armação de alumínio que permite reposicionar seus suportes de caramanholas atuais e montar outros, além de viabilizar também arranjos menos convencionais através do uso de vários acessórios da mesma linha. As bases de montagem estão disponíveis com 2, 3 e 4 slots.

Em nosso caso, optamos pela base de montagem com 3 slots, B-Rad 3, para elevar o suporte de caramanhola montado no seat tube da Salsa Warbird, abrindo assim espaço no down tube para outros dois suportes montados nos extremos de uma base B-Rad 4, a de maior comprimento da linha.

As bases B-Rad trazem todos os parafusos necessários para a montagem na bike e fixação dos suportes de caramanhola, bem como abraçadeiras plásticas de segurança (que até podem ser dispensadas) para garantir a estabilidade do conjunto nos tubos do quadro.

Wolf Tooth B-Rad 4 - Imagem: Wolf Tooth

O processo de montagem foi simples, contudo as posições otimizadas das caramanholas também demandavam novos suportes com entrada lateral para as garrafas, sendo assim, abrimos mão dos suportes Lezyne Flow Cage, os preferidos do GRAVEL Zone Brasil, e entraram dois da mesma  Lezyne, o modelo Flow Cage SL, mais adequado a situações onde existe pouco espaço no quadro.

Depois de montados, a constatação: no seat tube tudo funcionou muito bem, foi possível encaixar uma garrafa de 1 litro aí sem dificuldades, contudo no down tube, mesmo com os dois suportes montados nas posições mais extremas da base B-Rad 4, só haveria espaço suficiente para duas caramanholas de 750ml, totalizando 2.5 litros.

Para resolver esse novo problema nos pontos de montagem do down tube, combinamos o Wolf Tooth B-Rad 4 com um outro reposicionador de suportes de caramanholas, um modelo mais simples e igualmente eficiente, o Alt-Position Cage Mount da Topeak (https://www.topeak.com/global/en/products/ninja-series/1094-alt-position-cage-mounts), com ele ganhamos mais 32mm de espaço entre o suporte de caramanhola superior e o inferior, assim foi possível encaixar com relativa tranquilidade uma garrafa de um 1 litro mais no triângulo dianteiro da bike.

Topeak Alt-Position Cage Mounts - Imagem: Topeak

O Resultado.

Trocamos o instável suporte duplo de caramanholas no selim e 3 litros de capacidade total de carga de líquidos na bike, por um suporte adicional montado dentro do quadro e um total de 2.75 litros transportados na Salsa Warbird. Em termos de peso conseguimos também um ganho (pequeno) na casa de 150 gramos, contudo a facilidade e a segurança de poder contar com as 3 caramanholas posicionadas dentro do triângulo dianteiro foi o principal ganho que tivemos com essas modificações.

Os 3 suportes de caramanhola montados na Salsa Warbird - Imagem: GRAVEL Zone Brasil
Você também curte longos dias de pedal e tem suas próprias preferências em relação à maneira de carregar líquidos para reposição? Então deixe um comentário e divida com a gente suas experiências pessoais.

Keep Gravel Riding!

Nenhum comentário:

Postagens Recentes no GRAVEL Zone Brasil