Postagens

Mostrando postagens com o rótulo SALSA CYCLES

GRAVEL Zone Brasil / Teste - Mesa com suspensão Redshift Shockstop

Imagem
Uma ideia bem trabalhada pode fazer a diferença em sua Gravel Bike.O Mountain Biking teve seu primeiro boom no final da década de 1980, sendo assim os anos 90 começaram borbulhantes em termos de novidades técnicas para a modalidade do Ciclismo que mais se desenvolvia na época. Como todas as bikes eram 100% rígidas, os fabricantes perceberam que a bola da vez seria pensar num formato de suspensão para as cada vez mais velozes MTBs.Enquanto a Rock Shox dava seus primeiros passos, surgiram no mercado pelo menos duas marcas propondo um modelo diferente de suspensão. Ao invés de suspender a bicicleta em si, como fazem as suspensões tradicionais, a ideia era suspender o próprio piloto, daí surgiu a Girvin Flexstem, um tipo de mesa pivotante que funcionava com seu movimento controlado por elastômeros. A Flexstem foi lancada custando menos que as Rock Shox e, claro, atraiu a atenção de muita gente. Aqui no Brasil o acesso a produtos do exterior nessa ocasião ainda era difícil e nós tínhamos q…

GRAVEL Zone Brasil / Configuração - Como carregar mais caramanholas no seu quadro?

Imagem
AUMENTANDO A CAPACIDADE DE CARGA DE SUA BIKE O problema. Quem costuma fazer longas distâncias de pedal tem geralmente um problema em comum: a grande maioria das bikes só dispõe de dois pontos de montagem para suportes de caramanhola dentro do triângulo dianteiro do quadro. Muitos fabricantes oferecem ainda um terceiro ponto de montagem na parte de baixo do down tube. Você já experimentou pedalar com uma garrafa nessa posição? Se a resposta é não, já adiantamos que em nossa opinião não vale a pena. Montada do lado de fora do triângulo dianteiro do quadro e numa posição bem baixa, essa eventual terceira caramanhola vai receber todo o pó, barro e outras "cositas" mais colhidas do solo, além de suja, fica numa posição de difícil acesso para o piloto em movimento e pior, dependendo das oscilações do terreno e do tamanho dessa garrafa ela pode até raspar no pneu dianteiro.

Há pouco tempo, marcas como as tradicionalíssimas Trek, Kona e a Marin perceberam a necessidade de otimizar o…

GRAVEL Zone Brasil / Review - Pneus Gravel WTB Riddler e Resolute

Imagem
Desempenho equivalente à fama?
Buscando as melhores opções para a disputa do Dirty Kanza 200 2019, no começo deste ano o GRAVEL Zone Brasil resolveu por à prova os dois mais aclamados modelos de pneus da linha Gravel da WTB, o Riddler com largura de 37mm e o Resolute de 42 mm, ambos para rodas 700C.

Foto: Adil Filoso
O WTB Riddler é descrito pela marca como um pneu construído para ser veloz, priorizando igualmente tração e eficiência, principalmente em condições secas. Em termos de desenho, conta com um bloco central de cravos baixos, os quais guardam alguma semelhança com o já mítico Panaracer GravelKing Sk, referência do GRAVEL Zone Brasil no momento de realizar qualquer comparação. Vale ressaltar que no WTB Riddler o número de cravos centrais alinhados varia entre 2, 3 e 4 em cada fila, ao contrário do pneu japonês que apresenta um desenho mais simétrico. Para completar, no Riddler uma linha de cravos de altura intermediária permite uma transição mais suave em direção aos cravos lat…

GRAVEL Zone Brasil / Race - Dirty Kanza 200 2019

Imagem
Montanha russa de emoções em mais de 300Km pelas colinas do Kansas.

No ano passado, após completar meu primeiro Dirty Kanza (https://dirtykanza.com/), a mais famosa e difícil prova Gravel do planeta, já comecei a planejar a corrida de 2019, um indício inconteste de que se trata de um evento viciante. Em 2018 competi nas 100 milhas terminando muito bem a prova, então nada mais natural que agora estivesse inscrito na principal distância, aquela que fez a fama do Dirty Kanza, as 200 milhas.

Foto: Arquivo pessoal
A preparação.
Em julho de 2018 já estava treinando para o DK 200 de 2019. Apesar de não ter um técnico "real" e trabalhar em tempo integral, o maravilhoso Zwift (https://zwift.com/en/) foi meu treinador virtual, me ajudando a mensurar e melhorar minha condição física. Treino em média 5 dias por semana com o smart trainer e o Zwift; no sábado ou domingo me dedico a treinos técnicos de longa distância nas estradas da região onde moro.

Apesar de tentar muito, nunca consegui …