Postagens

Mostrando postagens com o rótulo SRAM

GRAVEL Zone Brasil / Doc - Gravel Bikes: um tratado sobre transmissão

Imagem
Qual é a melhor para você "graveleiro"? Quando o assunto é transmissão para Gravel Bikes, há 3 anos o GRAVEL Zone Brasil vem experimentando as mais variadas configurações. Como frequentemente recebemos perguntas relacionadas ao assunto, com tanta experiência prática acumulada, é hora de dividir com você leitor, nossas impressões e considerações. Independentemente do uso da bike, terreno, relevo e da própria condição física do piloto, antes de começar, vale a pena repassar alguns conceitos que irão ajudar no momento da tomada de decisão em torno de que relação montar em sua Gravel Bike. Canyon Inflite 8.0 - Arquivo GRAVEL Zone Brasil Com o advento das transmissões 1X, em inglês "One by", as grandes marcas do segmento começaram uma guerra de Marketing baseada em quem oferece o maior "gear range", algo como amplitude de marchas. Já que esse tipo de transmissão é caracterizada por um pedivela de coroa única, a amplitude é calculada como o número

GRAVEL Zone Brasil / Novidade - SRAM de 12 velocidades com sabor de pão de queijo

Imagem
Transmissão para Gravel: made in Minas Gerais. A SRAM ainda não lançou um grupo mecânico de 12 velocidades para as Gravel Bikes, então motivada por essa lacuna, a empresa inglesa Ratio Technology  desenvolveu, há pouco mais de um ano, um kit que pode converter uma transmissão de 11 em 12 velocidades, sem grandes dificuldades. Quase que ao mesmo tempo que os gringos, no interior do estado das Minas Gerais, mais precisamente na aprazível Araxá, um engenhoso mecânico de bicicletas passava noites em claro amadurecendo algumas ideias interessantes em relação ao mesmo tema. Transmissão SRAM Rival convertida para 12 velocidades - Imagem: GRAVEL Zone Brasil Egerton Fonseca Junior, o Junão, conhece muito bem o mecanismo dos trocadores dos grupos de estrada da SRAM e sabia que poderia modificá-los, pois o número de partes envolvidas é pequeno e seu funcionamento relativamente simples, se comparado com o dos trocadores da rival Shimano. O complexo produto dos japoneses conta com dezenas de peças

GRAVEL Zone Brasil / Bike Hack - Experimentando e desafiando o que dizem (ou não dizem) as grandes marcas de componentes de bicicletas

Imagem
Câmbio de 10 velocidades com transmissão de 11, pinças de freio de MTB na Gravel bike, correntes de duas diferentes marcas misturadas e mais "sandices" que funcionam perfeitamente. O GRAVEL Zone Brasil mantém uma bicicleta de testes permanentes que preferimos batizar de Bike Laboratório, ou Bike Lab para os íntimos. Nosso intuito com uma Gravel Bike de laboratório é testar conceitos que a documentação das grandes marcas, como Shimano e SRAM, ignoram ou desaprovam, mas que na prática podem funcionar de maneira excelente. A ideia é sempre usar componentes acessíveis e estender nossa experiência a outros "graveleiros" de modo a facilitar a vida de cada um dos leitores no momento de montar sua bike ou fazer upgrades. Atualmente nossa Bike Lab é uma Diamondback Haanjo 3, cujo quadro ano 2018 foi adquirido novo no eBay por 300 Dólares (cerca de 1.300 Reais). A Haanjo tem quadro em alumínio e um garfo do mesmo material, mas surpreendentemente leve. A bike é tamb